sábado, 12 de março de 2011

13 de março


2001 - O Hommo sapiens flutua no espaço


No dia 13 de março de 2001 o astronauta australiano Andy Thomas e o norte-americano Paul Richards realizaram uma EVA (Extra-vehicular activity) com duração de 6 horas e 21 minutos. Eles fizeram a instalação do primeiro Módulo de Logística Multifuncional Leonardo, de bandeira italiana, na Estação Espacial Internacional.

Os módulos pressurizados são compartimentos que servem como containers de carga quando sobem no porão cargueiro dos space shuttles e depois servem como lixeiras quando carregam os materiais usados e são incinerados na atmosfera. Enquanto acoplados à ISS, eles permitem habitabilidade para duas pessoas e podem servir em diferentes funções.

Abaixo, uma visão do interior do módulo Leonardo:

http://mplm.msfc.nasa.gov/images/current_mission/image004.jpg

Abaixo, o módulo Leonardo ainda no porão cargueiro do Discovery:

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/archive/0/01/20050902091150%21Mplm_in_shuttle.jpg

O astroanuta Paul Richards, especialista em missão, acena para seu companheiro Andy Thomas, autor da foto.

http://ia600400.us.archive.org/7/items/HSF-photo-s102e5194/s102e5194.jpg



1781 - William Hershel descobre Urano

http://farm4.static.flickr.com/3253/2850713355_e3e9130232.jpg

No dia 13 de março de 1781 o astrônomo inglês William Hershel localizou e registrou um astro que já havia sido observado quase cem anos antes, em 1690, por John Flamsteed (interpretado então como uma estrela). Herschel demonstrou que tratava-se na verdade de um astro orbitante do Sol, ou seja, um planeta. O planeta recebeu o nome de Urano.

Era a terceira grande descoberta da era do telescópio, iniciada por Galileu Galilei em 1609 com a descoberta dos quatro grandes satélites de Júpiter. A segunda grande descoberta foi a identificação dos anéis de Saturno feita por Christian Huygens por volta de 1655.

Os calculos mostraram que Urano orbitava a uma distância de cerca de 2,9 bilhões de quilômetros do Sol. Logo os astrônomos perceberam que esta distância correspondia à previsão de John Daniel Tietz (1729-1796), defendida por John Elert Bode (1747-1826), que estabelecia uma sequência para a localização de planetas. A desacreditada "sequência de Tietz", a partir da descoberta de Urano, passou então a ser respeitada como "Lei de Bode".

A descoberta de Urano corroborou a “sequência de Tietz” e, segundo esta "sequência”, não só Urano estava onde deveria estar, mas –principalmente!- deveria existir um planeta entre a órbita de Marte e a de Júpiter, conforme a “seqüência” previa. Formaram-se entusiasmados grupos de astrônomos nos principais centros europeus para procurar este misterioso planeta entre Marte e Júpiter.

*

1759 - O Halley passa atrasado


O cometa de Halley atingiu o periélio em 13 de março de 1759, com um atraso de 618 dias em relação à previsão feita por Edmond Halley. O atrasou se deveu a atuação dos campos gravitacionais de planetas do Sistem Solar.


http://cdcc.sc.usp.br/cda/aprendendo-basico/sistema-solar/cometa-halley-13-maio-1910.jpgO Halley fotografado em sua passagem de 1910. http://cdcc.sc.usp.br/cda/aprendendo-basico/sistema-solar/cometa-halley-13-maio-1910.jpg



http://images.suite101.com/469262_com_orionhevelius.jpghttp://4.bp.blogspot.com/_UgBZStoSJlY/R0BJ9QE481I/AAAAAAAAADw/7uco4Oq3C6I/s320/astronomy.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário